top of page
  • Foto do escritorRochelle Affonso Marquetto

Neuropsicologia: o que é esse campo da saúde mental


neuropsicologia o que é


Se você busca uma definição para o que é neuropsicologia, chegou ao lugar certo! 


Já se perguntou como nosso cérebro consegue realizar tarefas tão complexas como lembrar o número de um telefone ou resolver problemas matemáticos?


É aqui que entra a neuropsicologia. Basicamente, essa é a área da ciência que estuda como nosso sistema nervoso funciona e afeta fatores como memória, atenção, linguagem e raciocínio.


Hoje vamos falar tudo que você precisa saber sobre esse campo da saúde mental, acompanhe!


Neuropsicologia: o que é?


A neuropsicologia procura entender como as diferentes partes do nosso cérebro atingem certas emoções, pensamentos e as ações. 


Quando você tenta lembrar o nome de um filme antigo, por exemplo, é a neuropsicologia que analisa quais partes do cérebro estão trabalhando para trazer essa informação e se estão funcionando corretamente.


Qual é a função do neuropsicólogo?


O neuropsicólogo é o profissional que utiliza testes e exercícios específicos para avaliar e tratar pessoas que podem ter sofrido algum dano cerebral ou que possuem dificuldades de aprendizagem ou comportamento. 


Eles são como detetives do cérebro, procurando entender onde pode estar o problema e como solucioná-lo.


São funções comuns do neuropsicólogo:


  • Fazer avaliações para identificar problemas cognitivos, como dificuldades de memória, atenção ou linguagem.

  • Ajudar a diagnosticar condições neurológicas, como Alzheimer, Parkinson ou traumatismo craniano.

  • Desenvolver planos de tratamento para ajudar a melhorar as habilidades cognitivas.

  • Fornecer orientação e apoio às pessoas e suas famílias.


Qual a diferença do psicólogo e neuropsicólogo?


Embora ambos trabalhem com a saúde mental, a principal diferença entre esses profissionais está nas ferramentas e no foco de estudo


O psicólogo foca mais nas emoções, comportamentos e processos mentais. Seu objetivo é tratar questões emocionais, de personalidade e relacionamento.


Já o neuropsicólogo vai mais fundo no aspecto biológico, investigando áreas específicas do cérebro que influenciam esses processos.



terapia online barata

Como é a consulta com neuropsicologia?


A consulta com o neuropsicólogo geralmente começa com uma entrevista para entender a história da pessoa e seus sintomas. 


Depois, são realizados testes e avaliações para medir as diferentes capacidades cognitivas.  Esses testes incluem exercícios de memória, atenção, linguagem, raciocínio e outras funções mentais. 


O objetivo é identificar áreas do cérebro que estão prejudicadas ou afetando a vida do paciente. Em geral, os testes são bem tranquilos, e uma oportunidade para você conhecer mais sobre como sua mente trabalha.


Tipos de testes utilizados durante a consulta com neuropsicologia


Durante a consulta alguns dos principais testes e avaliações utilizados para examinar as diferentes funções cognitivas e comportamentais incluem:


Testes de Funções Cognitivas:


  • Testes de Memória: avaliam a capacidade de armazenar, reter e recuperar informações. São compostos por diversos subtestes que avaliam diferentes modalidades de memória, como memória lógica, memória visual, memória de trabalho, entre outras.

  • Testes de Atenção e Concentração: medem a habilidade de focar, manter e alternar a atenção. Esses testes ajudam na detecção de déficits de atenção e hiperatividade, entre outros distúrbios. 

  • Testes de Linguagem: avaliam a capacidade de compreensão, expressão e nomeação para identificar problemas na linguagem que podem resultar de danos cerebrais e doenças neurológicas como o Alzheimer.

  • Testes de Funções Executivas: examina o raciocínio abstrato, a capacidade de planejamento, resolução de problemas e a flexibilidade de pensamento.

  • Testes de Habilidades Visuoespaciais: investigam a capacidade da memória de trabalho e a capacidade de retenção de informações visuais em uma sequência específica.


Testes de Personalidade e Funcionamento Emocional:


  • Escalas de Depressão e Ansiedade: avaliam a presença e a gravidade de sintomas depressivos e ansiosos.  

  • Testes de Personalidade: avaliam diferentes dimensões da personalidade, como depressão, ansiedade, paranoia, entre outras.

  • Testes de Cognição Social: examinam a capacidade de perceber, interpretar e responder melhor a estímulos sociais.


Testes de Funcionamento Geral


  • Testes de Inteligência: avaliam o funcionamento intelectual global, como raciocínio verbal, não verbal, habilidades de memória, velocidade de processamento e compreensão verbal.

  • Testes de Desempenho Acadêmico: avaliam as capacidades acadêmicas, como leitura, escrita e matemática.

  • Testes de Coordenação Motora: avaliam a destreza, a coordenação motora fina e a lateralidade manual. 


O neuropsicólogo é quem seleciona a bateria de testes necessários para uma avaliação completa das funções cognitivas, emocionais e comportamentais.


Quando você deve procurar um neuropsicólogo?


Se você ou alguém que conhece está tendo dificuldades com memorização, aprendizagem, atenção ou outras funções cerebrais, pode ser uma boa ideia consultar um neuropsicólogo.


Alguns exemplos de problemas que costumam indicar a necessidade de consultar um neuropsicólogo incluem:


  • Dificuldade de memorização: como o esquecimento frequente de eventos recentes, dificuldade em lembrar informações importantes do dia a dia, confusão em relação a dados e compromissos.

  • Transtornos de Aprendizagem: dificuldades persistentes na aprendizagem, como problemas para ler, escrever, fazer cálculos matemáticos ou compreender conceitos complexos.

  • Desatenção e Hiperatividade: desatenção constante, hiperatividade, impulsividade e dificuldade em manter o foco nas tarefas. Nesses casos, a avaliação neuropsicológica pode ajudar a diagnosticar condições como o Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH) e orientar o tratamento adequado.

  • Alterações Comportamentais Graves: casos de mudanças repentinas como isolamento social, agressividade, comportamentos autolesivos, padrões estereotipados ou dificuldades em interagir socialmente, um neuropsicólogo pode auxiliar na identificação de possíveis causas neurológicas e no desenvolvimento de estratégias de intervenção.

  • Lesões Cerebrais ou Traumatismo Craniano: após lesões corporais, acidentes vasculares cerebrais ou traumatismos cranianos, é fundamental procurar um neuropsicólogo para avaliar o impacto dessas lesões na cognição, na qualidade de vida e no comportamento, além de recomendações de instruções para reabilitação e adaptação.


Conclusão:


Esperamos que esse artigo tenha te ajudado a entender mais sobre o que é neuropsicologia


Em resumo, a busca pelo neuropsicólogo é recomendada quando há sinais de dificuldades cognitivas, comportamentais ou emocionais que prejudiquem de alguma forma na rotina de uma pessoa. 

A avaliação e o acompanhamento por um profissional especializado em neuropsicologia são essencial para que o tratamento seja efetivo.


Na Pontual Psiquiatria você conta com um quadro de profissionais completo de psicólogos, psiquiatras e neuropsicólogos. Se você possui suspeita de estar com distúrbios cognitivos, procure ajuda.


Agende sua consulta e vamos juntos rumo à transformação.

8 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page