top of page
  • Foto do escritorRochelle Affonso Marquetto

Quando procurar por um psiquiatra? Não sofra em silêncio!


quando procurar um psiquiatra

Você tem dúvidas sobre quando procurar por um psiquiatra? A seguir vamos discutir quando é o momento certo para procurar ajuda.


A saúde mental é tão importante quanto a física, mas muitas vezes é uma questão desprezada em nossa sociedade. Hoje vivemos uma avalanche de pressões e somos constantemente cobrados por sucesso, produtividade e perfeição.


Nesse mundo cada vez mais caótico, testemunhamos um verdadeiro “boom” no aumento de transtornos mentais, nunca antes visto em nossa história. Embora pareça assustador, é fundamental reconhecer o limiar entre um problema normal e um distúrbio mental que requer atenção e tratamento.


Portanto, quando surgirem sinais de que sua saúde mental precisa de atenção, não negligencie e não sofra em silêncio.



Entenda porque procurar um psiquiatra


Os transtornos mentais podem afetar seriamente a sua qualidade de vida, causando sofrimento emocional, dificuldade nos relacionamentos, problemas no trabalho e até mesmo riscos para a saúde física.


Um artigo publicado pela Universidade Federal de São Paulo revela que para se tornar psiquiatra o médico passa por uma ampla formação nos campos da neurociência, desenvolvimento psicológico, epidemiologia, psiquiatria social e médica, com estágios obrigatórios, já que a saúde mental tem impacto relevante em nossa sociedade.


É comum ficar em dúvida sobre como e quando e procurar um psiquiatra. Lembre-se que o psiquiatra é o médico especializado no diagnóstico e tratamento de transtornos mentais, como depressão, ansiedade, bipolaridade, esquizofrenia, entre tantos outros.


Assim, se você decide procurar um psiquiatra, isso não significa que é louco ou fraco, mas sim que você reconhece que precisa de ajuda profissional para controlar seus problemas emocionais antes que eles se tornem insustentáveis ou incapacitantes.


O psiquiatra é a pessoa que avalia sua situação clínica, prescreve medicamentos se necessário e indica outras formas de terapia, como psicoterapia ou grupos de apoio.



Mas como saber se você precisa procurar por um psiquiatra?


Não existe uma resposta única para essa pergunta, pois cada caso é diferente e depende de vários fatores.


No entanto, existem alguns sinais que podem indicar que você está sofrendo de um transtorno mental e que precisa de ajuda. Alguns desses sinais são:



Quando a tristeza se torna persistente


Todos nós passamos por momentos de tristeza, não é mesmo? Mas se essa tristeza persistir por semanas ou meses, é preciso ficar de olho se isso não é uma depressão. Entenda que não é comum ficar triste a maior parte do tempo e não conseguir se animar com coisas que antes te faziam feliz. Então, pode ser hora de procurar um psiquiatra.



Quando os pensamentos negativos se tornam frequentes


Pensamentos negativos tendem a acontecer de vez em quando, mas se eles se tornarem frequentes e interferirem na sua rotina diária, fique atento a um possível transtorno de ansiedade.



Quando você se sente sobrecarregado


A vida pode ser estressante e, às vezes, é difícil lidar com tudo o que está acontecendo. Se você se sentir sobrecarregado e não conseguir encontrar maneiras de lidar com o estresse, também pode ser hora de procurar um psiquiatra.



Quando há mudanças no apetite e no sono


Mudanças no apetite e no sono às vezes indicam que sua saúde mental não vai bem. Em muitos casos, como quando alguém sofre com depressão e transtornos de ansiedade, há alterações no apetite e no sono.


Pode ser que a pessoa sofra com terríveis insônias ou mesmo que durma exageradamente. Além disso, existem transtornos que afetam a forma como nos alimentamos, se esse for seu caso, procure o psiquiatra para te auxiliar.



Quando o vício se torna um problema


O vício em drogas ou álcool é um fator que atrapalha muito todas as áreas da vida. Se você está lutando contra um vício, saiba que um psiquiatra pode te ajudar a encontrar maneiras de vencer a dependência.


Existem outros vícios, como uso excessivo da internet e redes sociais, apostas e jogos de azar que também atrapalham muito a qualidade de vida de qualquer pessoa. Nesses casos, o psiquiatra vai avaliar o tipo e o grau de dependência do paciente e orientar o melhor caminho, seja a prescrição de medicamentos ou outros tratamentos, como terapias e programas de reabilitação.



Quando há problemas de relacionamento


Muitos casais enfrentam problemas em seus relacionamentos e tentam resolvê-los por conta própria. No entanto, há situações que tendem a se agravar e causar mais dor e sofrimento.


Não espere até que seu relacionamento chegue a um ponto crítico. Lembre-se de que há inúmeros casos de sucesso após a psicoterapia, e que muitos casais conseguem superar seus problemas e fortalecer seu relacionamento com a ajuda de um profissional especializado.



Quando há um histórico familiar de doença mental


Se houver um histórico familiar de doença mental, pode ser uma boa ideia procurar um psiquiatra para avaliar seu risco de desenvolver uma doença mental.


Dessa forma, você obtém um diagnóstico precoce e previne o desenvolvimento de distúrbios graves que poderiam te prejudicar no futuro.



Outros problemas comuns que indicam que você deve procurar um psiquiatra


  • Alterações de humor: você se sente triste, irritado, ansioso ou eufórico sem motivo aparente ou com uma intensidade desproporcional aos acontecimentos.

  • Alterações de comportamento: você se isola dos amigos e familiares, perde o interesse pelas atividades que gostava de fazer, tem dificuldade para se concentrar ou tomar decisões, ou apresenta comportamentos impulsivos ou compulsivos.

  • Alterações de pensamento: você tem pensamentos negativos, pessimistas ou irracionais sobre si mesmo, sobre os outros ou sobre o futuro. Você também pode ter alucinações (ver ou ouvir coisas que não existem) ou delírios (acreditar em coisas falsas ou absurdas).

  • Alterações de sono: você tem dificuldade para dormir ou dorme demais. Você também pode ter pesadelos ou sonhos estranhos.

  • Alterações de apetite: você come muito pouco ou muito mais do que o habitual. Você também pode ter mudanças de peso significativas.

  • Alterações físicas: você sente dores de cabeça, no peito, no estômago ou em outras partes do corpo sem causa orgânica. Você também pode ter palpitações, falta de ar, tremores ou suor excessivo.

  • Ideias suicidas: você pensa em se matar ou em fazer mal a si mesmo ou aos outros.

  • Medo social: você tem dificuldades de estar em público ou se relacionar com os outros.

  • Autoestima baixa: você tem uma visão negativa de si mesmo e tem dificuldades em se sentir bem consigo mesmo.

  • Estresse crônico: você está constantemente estressado e sobrecarregado, mesmo em situações que não são consideradas estressantes.

  • Trauma: você sofreu um evento traumático e está lutando para superar o impacto psicológico desse evento.

  • Crises de identidade: você está lutando para descobrir quem você é e qual é o seu lugar no mundo.



Não tenha medo de buscar ajuda


Não se envergonhe e não sofra em silêncio. Sua saúde mental vale muito, e agora você entende a importância e sabe quando procurar por um psiquiatra.


Entre em contato conosco e conheça nosso corpo de profissionais. Contamos com uma equipe altamente capacitada para te ajudar.


35 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page