top of page
  • Foto do escritorRochelle Affonso Marquetto

Por que temos medo de Palhaço? Veja como superar a Caulrofobia!


fobia de palhaço

Você conhece alguém com fobia de palhaço? Esse é um medo compreensível e há várias razões para isso.


Em primeiro lugar, os palhaços costumam usar aquela maquiagem exagerada com traços faciais distorcidos e muitas vezes bizarros que, à primeira vista, transmite uma sensação de ameaça.


Segundo Rochelle Marchetto, médica psiquiatra e psicoterapeuta na Pontual Psiquiatria, “o medo de palhaço é mais comum na infância, entre 3 e 6 anos, mas pode persistir na adolescência e idade adulta e precisa ser tratado.” 


Ela explica que “o comportamento imprevisível e retratos negativos na cultura popular, como a associação de palhaços a criminosos e seriais killers, também contribuem para o desenvolvimento da caulrofobia.”


Hoje vamos conversar sobre o palhaço, esse personagem tão curioso e por que até os mais inofensivos, como os que encontramos nas festinhas infantis, conseguem despertar medo e perturbação em algumas pessoas.


Leia também:


Origens da Caulrofobia


A fobia de palhaço, como qualquer outra, tem raízes que podem ser profundas e variadas. 


Em alguns casos ela pode surgir por conta de uma má experiência vivida numa festa de aniversário ou mesmo aquele programa assistido na TV. Além disso, palhaços costumam usar fantasias e maquiagens que assustam algumas crianças.


Segundo artigo publicado na Uol, foi descoberto que as mulheres têm mais medo de palhaços do que os homens, embora a razão para essa diferença não seja clara.


Essa aparência exagerada e fora do comum é aterrorizante para os pequenos, sentimento que também pode seguir para a vida adulta.


Causas da Caulrofobia


Os traumas da infância são um grande gatilho, mas exposições repetidas a imagens de palhaços assustadores em filmes e séries também reforçam esse medo. 


A imprevisibilidade dos palhaços, que é exatamente o que deveria ser engraçado, pode gerar ansiedade em quem já está inclinado a temê-los.


Sintomas da Caulrofobia


Algumas pessoas podem sentir apenas uma leve ansiedade, enquanto outras têm ataques de pânico completos com suor, tremores e um desejo irresistível de fugir. 


Além disso é possível observar também:


  • Batimentos cardíacos acelerados

  • Falta de ar

  • Respiração ofegante

  • Sudorese

  • Náuseas

  • Sensação de boca seca


É importante reconhecer esses sinais e levar a sério as reações das pessoas ao redor de palhaços, pois como todo transtorno mental, a caulrofobia também é uma condição que requer compreensão e apoio.


Por que adultos tem medo de palhaço?


Palhaços tradicionalmente escondem seu rosto com maquiagem pesada que oculta suas expressões faciais verdadeiras. 


Para adultos, que dependem muito da leitura facial para entender as intenções e emoções das pessoas, a incapacidade de discernir o rosto real de um palhaço é de certo modo ameaçador.


Esse elemento ativa o "medo do desconhecido" inerente à condição humana.

De acordo com matéria publicada no site Terra, um estudo realizado pela Universidade de Gales do Sul, no Reino Unido, sugere que as representações assustadoras de palhaços na mídia e sua aparência esquisita intensificam a caulrofobia. 


Gatilhos da Fobia de Palhaço


Quem tem medo de palhaço, ou caulrofobia, pode se sentir mal em várias situações comuns que envolvem palhaços. 


  • Ir a Circos: Muitas vezes, as pessoas veem palhaços pela primeira vez no circo. Lá, os palhaços agem de forma muito chamativa que pode assustar. O barulho e a confusão do circo também acentuam o medo.


  • Festas de Halloween: No Halloween, mitos se fantasiam de palhaço. Algumas dessas fantasias são bem assustadoras e feitas para dar medo mesmo, especialmente porque o Halloween já é uma época de sustos.

  • Assistir Filmes e TV: Filmes e séries que mostram palhaços de maneira assustadora também deixam algumas pessoas com mais medo. 


  • Festas de Aniversário: Mesmo que festas de aniversário sejam momentos de alegria, a presença de um palhaço é aterrorizante para quem tem fobia. 


Medo de Palhaço: Um Problema Levado a Sério


Mesmo que não seja um diagnóstico oficial no Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais (DSM-5), ele é considerado uma fobia específica. 

Isso porque pode realmente atrapalhar a vida de quem sofre com isso, fazendo com que a pessoa evite lugares ou situações onde possa encontrar palhaços.


Como é Feito o Diagnóstico da Caulrofobia


Identificar se alguém tem medo de palhaço segue um processo parecido com o de outras fobias específicas:


  • Avaliação Clínica: O primeiro passo é uma conversa detalhada com um psicólogo ou terapeuta. Eles vão querer saber quais são os sintomas e como isso está interferindo na sua vida.

  • Intensidade do Medo: O medo é analisado para ver o grau e o quanto atrapalha no dia a dia. Isso é feito mesmo que o medo de palhaço não seja um diagnóstico oficial por si só.

  • Outras Possíveis Causas: O terapeuta também vai verificar se não há outra condição médica que possa estar causando os sintomas, para ter certeza de que o problema é realmente o medo de palhaço.

  • Olhando o Passado: Também é comum falar sobre experiências passadas com palhaços. Às vezes, um trauma do passado pode ser a causa do medo.


Tratamentos para fobia de palhaço


Felizmente, há maneiras de tratar a caulrofobia. A terapia comportamental é uma das técnicas mais usadas e com excelentes resultados na recuperação de pacientes.


Além disso, técnicas de relaxamento e exposição gradual também são consideradas pelos profissionais de saúde mental para ajudar a descontruir esse medo.


Outras técnicas incluem:


  • Medicação: Em alguns casos são prescritos remédios específicos para tratar ansiedade ou depressão de forma temporária para aliviar os sintomas enquanto você trabalha nas causas da fobia com seu médico.

  • Hipnoterapia: Essa é uma opção alternativa que visa acessar e modificar as memórias subconscientes que contribuem para o medo de palhaços.

  • Terapia de Realidade Virtual: O paciente é gradualmente exposto a imagens e vídeos de palhaços em um ambiente virtual controlado, onde eles podem aprender a gerenciar sua ansiedade em etapas confortáveis.


Curiosidades sobre fobia de palhaço: histórias e casos reais




O medo de palhaços pode ser rastreado até os antigos cortesãos e bobos da corte, que muitas vezes usavam máscaras estranhas e comportamentos imprevisíveis para entreter, mas também para criticar a sociedade e a política. 

Essa dualidade pode ser parte do motivo pelo qual algumas pessoas se sentem inquietas em relação a eles.




Um dos casos mais notórios que ligou palhaços ao medo foi o de John Wayne Gacy, um assassino em série americano dos anos 70 que se apresentava em festas infantis como "Pogo, o Palhaço".


A terrível vida dupla de Gacy ajudou a alimentar a narrativa de palhaços como figuras de terror, o que reforçou a caulrofobia em muitos adultos de hoje.




Em vários países, pessoas vestidas de palhaço apareceram em púbico e causaram pânico e alertas policiais. 

Esses incidentes levaram a uma nova onda de medo e ansiedade relacionados a palhaços.




Filmes como "It - A Coisa", baseado no livro de Stephen King, e outros personagens de mídia como o Coringa na franquia Batman continuam a intensificar o medo de palhaços. 


Essas representações têm forte impacto na percepção pública dos palhaços, quase sempre associando-os com o mal e o caos.


Conclusão


Esperamos que esse post possa ter ajudado você a entender melhor a fobia de palhaço. Se você passa pelo problema, saiba que a psicoterapia é uma ótima opção e tem ajudado muitas pessoas a superar essa fobia.


Aqui na Pontual Psiquiatria, temos uma equipe completa de psicólogos, psiquiatras e terapeutas especializados em tratar fobias. Não deixe de marcar uma consulta. 


Agende sua consulta e vamos trabalhar juntos para melhorar sua qualidade de vida e vencer o medo de palhaços.










5 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page