top of page
  • Foto do escritorRochelle Affonso Marquetto

Não sabe o que falar na terapia? Dicas para aproveitar melhor suas sessões!


o que falar na terapia

Às vezes, você pode se sentir que não tem o que falar na terapia, principalmente se for sua primeira consulta ou um momento mais tranquilo na sua vida. 


Mas não se preocupe, isso é mais comum do que você imagina!


Todos sabemos que a terapia é um importante meio para se chegar no autoconhecimento e para superar problemas emocionais.


Neste artigo, vamos te dar algumas dicas e ideias sobre como aproveitar ao máximo suas sessões de terapia, mesmo quando parece que não há muito o que discutir.


O que falar para o psicólogo na primeira consulta?


A primeira consulta pode ser um pouco intimidadora, mas é uma ótima oportunidade para estabelecer conexão com seu terapeuta.


Você pode começar falando um pouco sobre si mesmo, suas expectativas em relação à terapia e quaisquer preocupações imediatas que possa ter.


É comum que o terapeuta faça perguntas para te conhecer melhor. Alguns detalhes que você pode abordar incluem:


  • O motivo que te levou a buscar pela terapia

  • Seu histórico pessoal e familiar

  • Problemas emocionais ou situações que te incomodam

  • O que você espera alcançar com a terapia


Lembre-se, a terapia é um processo colaborativo e o terapeuta está lá para ajudar você de forma segura e respeitosa.


Então, fique tranquilo! Não há pressão para se abrir completamente de imediato. Esta é uma chance para você e seu terapeuta começarem a construir uma relação de confiança.



terapia online  barata

O que fazer quando não tem o que falar na terapia?


Mesmo com as dicas anteriores, é comum que em algum momento você se sinta sem saber o que dizer na terapia.


Abaixo listamos algumas sugestões sobre o que fazer quando você se encontrar nessa situação:




Se você ficar sem palavras, não tenha medo de ser sincero e compartilhar isso com seu terapeuta. Diga a ele que está se sentindo assim e peça ajuda para retomar a conversa.


Os terapeutas estão são treinados e estão acostumados a resolver essas situações. 




Mesmo que você não tenha um problema específico para contar, você pode falar sobre como está se sentindo no momento – por exemplo: ansioso, confuso, cansado ou qualquer outra emoção. 


Explique seus sentimentos atuais, mesmo que eles possam parecer “bobos” para você. 


Na verdade, todo sentimento importa. Ao trazer à tona até mesmo os sentimentos que você considera menores, você está se abrindo para um autoconhecimento mais profundo


Muitas vezes, esses pequenos sentimentos podem revelar questões mais profundas que precisam ser trabalhadas e você nem imaginava.




Se você se sentir perdido sobre o que falar, é possível fazer anotações, perguntas ou tópicos que gostaria de trazer para a terapia. 


Essa prática que ajuda a estruturar uma conversa e garante que você aproveite o tempo da sessão de forma mais produtiva.




Vale lembrar que a terapia é um processo e que momentos de silêncio ou dificuldade em encontrar palavras são completamente normais e são respeitados pelo terapeuta. Seja paciente e gentil consigo mesmo


Com o tempo e a prática, você se sentirá cada vez mais confortável para se expressar. 


Assuntos para conversar com psicólogos


Não existe um limite para os temas que você pode trabalhar na terapia. Desde preocupações diárias até questões mais profundas, tudo é válido. Aqui estão algumas ideias:


  1. Como você tem lidado com o estresse e a ansiedade? Fale sobre como você está sentindo sob pressão ou preocupado. Compartilhe qualquer dificuldade que tenha para enfrentar situações estressantes e ansiosas.


  1. Há algum relacionamento (amizade, amoroso, familiar) que está te preocupando? Discuta se existem problemas ou conflitos em seus relacionamentos com amigos, parceiros amorosos ou familiares que estão incomodando ou causando preocupação.


  1. Você está enfrentando desafios no trabalho ou na escola? Explique se estiver vivenciando algum tipo de transição, como mudança de emprego, término de relacionamento, mudança de cidade, entre outros, e como isso tem impactado sua vida.


  1. Há algum relacionamento (amizade, amoroso, familiar) que está te preocupando? Fale se estiver com sinais ou sintomas de depressão, ansiedade, baixa autoestima ou outros problemas emocionais que afetam seu bem-estar mental.


  1. Você gostaria de trabalhar em seu desenvolvimento pessoal? Se você deseja melhorar sua autoconfiança, comunicação e autoconhecimento, mencione isso para que o terapeuta possa usar técnicas e abordagens que o ajudem nesse processo de crescimento pessoal.


O que falar na terapia de casal


Nem sempre é fácil para o casal se abrir com outra pessoa para falar sobre as questões particulares do relacionamento. Mas é importante lembrar que, nesse caso, o terapeuta não é uma pessoa qualquer. Ele é um profissional formado e especializado exatamente em ajudar casais a resolverem seus problemas. 


Isso porque é normal que relacionamentos enfrentem problemas em algum momento. 

Assim como você toma um remédio para dor de cabeça ou vai ao terapeuta para resolver questões pessoais, o casal também pode precisar de terapia para melhorar o relacionamento. Portanto, se vocês não sabem o que falar na primeira sessão de terapia, ou mesmo para aqueles que já frequentam a terapia há algum tempo.


Dicas sobre o que falar na terapia de casal:


  • Sentimentos em relação a situações específicas do relacionamento

  • Mudanças após o casamento e como estão passando por elas

  • Sonhos e objetivos em comum para o relacionamento

  • Diferenças de ideias e pensamentos que atrapalham o casal

  • Momentos marcantes da vida conjugal, tanto positivos quanto negativos

  • Problemas relacionados a ciúmes, confiança e inseguranças

  • Dificuldades para comunicar suas necessidades ao parceiro

  • Divisão de tarefas e responsabilidades no relacionamento

  • Expectativas e necessidades não atendidas de cada parceiro

  • Planos para o futuro do relacionamento e como alcançá-los


Na terapia de casal, o foco está em melhorar a comunicação e resolver conflitos. É importante abrir o coração e trabalhar para superar qualquer problema juntos.


Conclusão


Esperamos que esse artigo tenha te ajudado a entender melhor o que falar na terapia. Vale reforçar que a terapia é um espaço seguro e confidencial, feito para ajudar você a entender melhor a si mesmo. Mesmo que você sinta que "não tem o que falar", cada sessão é uma oportunidade para conhecer melhor suas emoções e pensamentos com a ajuda de um profissional.


A Pontual Psiquiatria conta com psiquiatras e psicólogos que podem te ajudar nesse processo. 


Conheça nossa equipe e descubra o perfil de vários profissionais para agendar seu atendimento com quem mais combina com o que você precisa.


111 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page