top of page
  • Foto do escritorRochelle Affonso Marquetto

Guia de Autocuidado para um estilo de vida saudável


Mulher praticando autocuidado com um texto escrito guia de autocuidado para um estilo de vida saudável

O autocuidado desempenha um papel importante na manutenção de nossa saúde física, mental e emocional.


É importante lembrar que ter atitudes de autocuidado não é sinônimo de egoísmo, mas trata-se de estar bem consigo mesmo, promovendo hábitos saudáveis de forma contínua. Consequentemente, ao desenvolver o autocuidado você estará contribuindo também para o bem-estar dos que estão ao seu redor.


Portanto, ao praticar o autocuidado, você pode inspirar outras pessoas a fazer o mesmo, criando um ambiente mais saudável e positivo para todos. Além disso, por meio do autocuidado você passa a aumentar sua confiança, autoestima e consegue lidar melhor com as demandas do dia a dia, como trabalho e relacionamentos.


A seguir preparamos um guia completo sobre o tema, com as principais dicas e estratégias para te ajudar a incorporar o autocuidado na sua rotina diária. Boa leitura!



O que é autocuidado e como ele melhora sua vida


Você reserva um tempo para fazer coisas que gosta e que te ajudam a viver bem? Embora, muitas pessoas negligenciem esse assunto, ele pode ser um verdadeiro divisor de águas entre uma vida feliz e equilibrada ou infeliz e estressante.


Para definir melhor o termo, autocuidado refere-se à escolha pessoal de incluir hábitos e medidas que melhorem sua qualidade de vida. Existem também outras definições sobre autocuidado, como a reconhecida pela Organização Mundial de Saúde (OMS): “a capacidade de indivíduos, famílias e comunidades de promover e manter a saúde, prevenir doenças e lidar com doenças e deficiências com ou sem o apoio de um profissional de saúde”.


De acordo com essa definição, o autocuidado inclui uma série de ações possíveis, como adotar uma dieta saudável, praticar atividades físicas regularmente, evitar o uso de substâncias nocivas, dormir o suficiente, gerenciar o estresse e manter bons relacionamentos sociais e emocionais.


Enfim, autocuidado refere-se a todas as medidas que alguém pode realizar para administrar e cuidar da própria saúde e bem-estar. Portanto, níveis mais altos de autocuidado estão relacionados à diminuição de riscos de doenças, melhora do sistema imunológico e maior longevidade.


Além disso, o indivíduo que pratica autocuidado é mais produtivo no trabalho e consegue lidar melhor com seus relacionamentos e vida social.



Transformando sua vida: autocuidado e suas categorias


Nem sempre as técnicas de autocuidado se aplicam igualmente a todas as pessoas. Existem diferentes hábitos e o que agrada alguém pode não gerar o mesmo efeito em outra pessoa. A princípio listaremos algumas categorias de autocuidado, com exemplos práticos que você pode incluir no seu dia a dia.

  • Autocuidado mental: faça meditação e permita que sua mente descanse. Ao tirar um tempo para si mesmo, relaxar e se cuidar, você promove o equilíbrio da mente e melhora a sensação de conforto e serenidade.

  • Autocuidado emocional: cuide de seu amor próprio, voltando um olhar de afeto e compreensão para si.

  • Autocuidado físico: pratique atividades físicas, evite substâncias tóxicas, como cigarros e bebidas alcoólicas, faça alongamentos e relaxamentos.

  • Autocuidado social: mantenha-se em contato com pessoas positivas, que te apoiam e fazem bem.


Autocuidado também é uma questão de definir prioridades


Se você vive estressado, mal humorado e sente que sua vida está uma bagunça, cuidado! Pode ser que esteja faltando definir prioridades. Aliás, autocuidado trata exatamente sobre se colocar como prioridade. Dessa forma, observe que tipo de escolhas você anda fazendo nesse sentido.


É importante estabelecer limites e tomar decisões conscientes sobre onde você quer dedicar seu tempo e energia, pois, assim, mesmo que suas escolhas sejam desafiadoras, significa que elas foram bem pensadas e vão gerar bem-estar.


No entanto, é preciso que você observe constantemente se não está passando dos limites, pois não adianta fazer tudo de uma vez e iniciar um processo de frustração e sobrecarga depois. Em vez disso, tente definir metas realistas e que estejam dentro de suas capacidades atuais.


Uma das chaves para definir prioridades efetivas é aprender a dizer “não” para demandas que não são essenciais. É importante reconhecer que nem todas as solicitações merecem sua atenção imediata e que você tem todo direito de definir limites saudáveis.

Lembre-se: autocuidado não é um luxo, e sim uma necessidade.



Inclua o autocuidado na sua rotina diária


Se você ainda está sem ideias de como começar a desenvolver novos hábitos de cuidado pessoal, fique tranquilo, pois a seguir traremos insights incríveis que vão te inspirar.



A alimentação é uma forma de autocuidado


A alimentação faz parte do processo de autocuidado. Para começar a se alimentar melhor, dê preferência a alimentos naturais e minimamente processados, como frutas, verduras, legumes, grãos integrais, proteínas magras e vitaminas saudáveis. Manter uma alimentação saudável também é uma escolha, pode não ser uma tarefa fácil, mas é uma forma inteligente de aumentar a autoestima, diminuir os riscos de aparecimento de doenças e melhorar as funções metabólicas, físicas e mentais.



Tenha um sono restaurador


O sono é um dos pilares mais importantes do autocuidado. Grande parte da população sofre com a má qualidade do sono. Essa é uma das causas que leva à inúmeras doenças e que afeta o bem-estar e desempenho de uma pessoa.

Se você ainda não ouviu falar da “higiene do sono”, saiba que é uma das técnicas eficazes e indicadas pelos psicoterapeutas para melhorar suas noites de sono, incluindo rotina noturna, preparação do ambiente, meditação e outros cuidados importantes antes de dormir.



Separe um tempo para atividades que tem prazer


Esse ponto pode variar bastante, mas é essencial. Se você já cuidou do trabalho, da família e de todas as ocupações, mas ainda não tirou um tempo para fazer o que gosta, saiba que está deixando a si mesmo em segundo plano.


É preciso incluir na sua agenda um momento de lazer ou hobbie que te traga satisfação pessoal. Pode ser ouvir música, ler um livro ou tomar um banho relaxante. Ao fazer algo que realmente te interessa seu organismo libera endorfinas e outros neurotransmissores que te farão sentir bem. Além disso, quando se está imerso em atividades que trazem felicidade isso ajuda a equilibrar a rotina.



Conclusão


Se você pratica o autocuidado está investindo em sua própria saúde física, emocional e mental, prevenindo doenças e outros problemas.


Caso ainda não saiba como começar a se cuidar, busque ajuda profissional. Em muitos casos o psiquiatra ou terapeuta poderá orientá-lo na adoção de hábitos mais saudáveis.

Agende sua consulta, contamos com especialistas qualificados para te guiar nessa missão.





45 visualizações0 comentário

Comentários


bottom of page