top of page
  • Foto do escritorRochelle Affonso Marquetto

Como manter relacionamentos saudáveis: 4 dicas para cultivar conexões fortes

Atualizado: 28 de fev. de 2023

De fato, manter relacionamentos saudáveis exige trabalho e comprometimento de ambas as partes. É preciso entender que o outro tem influência em nossas vidas, seja ele um amigo, familiar ou mesmo um companheiro.


No entanto, existem relacionamentos que podem gerar um impacto negativo, sendo necessário se atentar a essa questão. Sua interação com outras pessoas deve ser saudável, ou essa estrutura interativa deixa de ser uma rede de apoio, para se tornar um problema.


Os relacionamentos saudáveis devem priorizar a dinâmica da colaboração, mas para isso, é fundamental conhecer a si mesmo, estabelecer limites e aprender a trabalhar em conjunto.


A seguir separamos 4 dicas que vão ajudá-lo a construir relacionamentos positivos em todas as áreas da vida.


Como manter relacionamentos saudáveis com amigos, familiares e colegas de trabalho?


Encontrar o equilíbrio nas relações interpessoais pode ser um desafio, mas é fundamental para levar uma vida plena e saudável.


Para cultivar relacionamentos felizes com as pessoas ao seu redor é preciso aprender compreender e ser compreendido, respeitar e ser respeitado. Perceba que esse processo envolve uma troca e é importante levar alguns princípios em consideração:


  • Tenha autoconsciência: Conhecer seus valores e necessidades te permite estabelecer limites e manter vínculos respeitosos.


  • Tenha uma comunicação assertiva: aprender a se comunicar bem, inclui, principalmente, saber ouvir ativamente. Para evitar mal-entendidos é fundamental saber se expressar e dar espaço para que o outro também fale sobre suas necessidades e sentimentos.


  • Tenha empatia: coloque-se no lugar da outra pessoa e tente entender suas perspectivas.


  • Seja comprometido: comprometa-se em seus relacionamentos. Seja no ambiente familiar, com os amigos ou no trabalho, essa é uma forma de transmitir responsabilidade, respeito e confiança.


  • Passe um tempo juntos: essa é uma ótima maneira de fortalecer os laços familiares. Planejem atividades divertidas, como ver um filme ou simplesmente passar um tempo juntos conversando.


  • Seja colaborativo: esse é um princípio que pode ajudar a construir conexões fortes, especialmente no trabalho. O trabalho em equipe pode levar a soluções mais criativas e inovadoras, além de levantar um clima organizacional mais positivo.


Esteja aberto a mudanças e seja flexível às necessidades dos seus relacionamentos


Ser rígido e resistente a mudanças pode ser um sério problema. Em primeiro lugar, crescer e fazer adaptações é um aspecto inerente à vida. Geralmente, quem vai contra essa dinâmica tende a não se desenvolver e não consegue aproveitar as oportunidades que surgem ao longo do caminho.


Ser flexível, muitas vezes, significa estar disposto a mudar seu comportamento por um bem maior. Isso reflete, particularmente, em seus relacionamentos. Muitas pessoas entendem esse posicionamento como “ter uma atitude fraca”, o que não é verdade. Ser capaz de mudar certas atitudes em prol do bem comum, na realidade, é uma atitude nobre e forte.


Um bom exemplo de mudança, é trocar os julgamentos pela compreensão ao outro. Portanto, procure mudar a forma de lidar com certas situações. No lugar das críticas, ofereça apoio e procure entender o que motivou o problema. Ter flexibilidade te permite viver uma vida mais leve e feliz.


Lembre-se, que isso não quer dizer que você tenha que abrir mão de suas convicções, mas que deve projetar um novo olhar para entender as situações.


Muitas pessoas reclamam do término de um relacionamento amoroso, ou do afastamento dos amigos. O que ocorre, é que muitas vezes elas não entendem que a rigidez pode causar distanciamento e separações.


Não tenha medo de mostrar afeto, carinho e reconhecimento


Por medo de serem julgadas ou mesmo da rejeição, as pessoas se abstêm de expressar seus sentimentos. No entanto, quando você mostra afeto, carinho e reconhecimento, transmite ao outro mensagens positivas que fortalecem os laços. Além disso, ao demonstrar o que sente você começa a construir mais segurança psíquica e bem estar.


Tenha atenção, pois a rejeição crônica de seus sentimentos pode refletir de forma negativa em seus relacionamentos. Abaixo, listamos alguns indícios de que você não está expressando corretamente suas emoções:

  • Você fica frequentemente ressentido com os outros

  • Sente raiva e frustração crescente com o mundo

  • Fica esperando muito do outro e não consegue o que deseja

  • Sempre tem a sensação de ser mal compreendido pelas pessoas

Sabemos que mostrar um sentimento pode ser difícil e requerer muita prática. No entanto, entenda que uma das melhores formas de manter um relacionamento saudável e verdadeiro é sendo sincero sobre suas emoções.


Aprenda a dizer “não”: saiba estabelecer limites saudáveis


Como visto, expressar seus sentimentos é algo crucial nos relacionamentos. No entanto, saber dizer “não” é uma habilidade igualmente importante. Quando você não entende isso, sua saúde emocional fica em risco. Por medo de dizer “não”, muitas vezes você acaba fazendo coisas que não gosta ou que não se sente confortável.


Além disso, quando se aprende a dizer “não” com mais frequência, você reage melhor às situações e desenvolve a capacidade de tomar decisões por si mesmo. Isso é totalmente benéfico à sua saúde mental, pois permite que você se valorize mais.


Ninguém quer ceder a pressões ou a expectativas indesejadas. Portanto, seja sempre claro sobre o que não é aceitável para você e proteja seus próprios interesses e bem estar.


Se você tem medo de dizer “não”, comece a praticar. Abaixo, colocamos algumas frases que podem te ajudar a dizer “não” de uma forma respeitosa e amigável:

  1. “Agradeço o convite, mas infelizmente estarei ocupado”.

  2. “Parece uma ótima oportunidade, as acho que vai ser melhor se eu disse não”.

  3. “Agradeço a consideração, mas não posso participar”.

  4. “Obrigado por ter pensado em mim, mas não sinto que seja o momento”.

  5. “Fico feliz com a proposta, mas não poderei participar”.

Colocar limites é fundamental, mas muitas pessoas enfrentam um verdadeiro sofrimento por não saber dizer “não”. Nesses casos, é importante procurar ajuda profissional. Conversar com o psicólogo ou psiquiatra pode ser a saída para identificar a raiz do problema e encontrar as ferramentas necessárias para você se libertar desse mal.


Conclusão


Como você viu, manter relacionamentos saudáveis requer comprometimento, comunicação aberta, empatia e respeito mútuo. Esperamos que essas dicas possar sem úteis para você construir conexões mais fortes com pessoas importantes na sua vida.


Se você tem dúvidas sobre o assunto, entre em contato conosco pelo WhatsApp.




50 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page