top of page
  • Foto do escritorRochelle Affonso Marquetto

Psiquiatra Infantil: Quando é hora de levar meu filho?


psiquiatra infantil

A psiquiatria infantil é um ramo especializado da psiquiatria que foca na avaliação, diagnóstico e tratamento de distúrbios mentais em crianças e adolescentes.

Este campo de estudo reconhece que a mente em desenvolvimento de uma criança tem características únicas que diferem daquelas encontradas em adultos.


Segundo um estudo da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP), uma a cada quatro crianças e adolescentes demonstrou níveis clínicos de ansiedade e depressão durante a pandemia, indicando a necessidade de intervenção de especialistas (Agência Câmara de Notícias, 2023).


Neste artigo, você vai entender como funciona e como saber qual é o momento apropriado de levar seu filho a um psiquiatra infantil.


Como funciona a psiquiatria infantil?


A psiquiatria infantil considera uma abordagem holística para compreender e tratar problemas de saúde mental em crianças. Diferentemente da psiquiatria adulta, que se concentra principalmente nos relatos individuais dos pacientes, a psiquiatria infantil envolve uma análise mais ampla das circunstâncias da criança.


O psiquiatra procura considerar situações familiares, a escola e o ambiente social da criança. Muitas vezes, ele utiliza de ferramentas, como entrevistas, observações, questionários e exames físicos, para emitir o diagnóstico.


Eles também podem se comunicar com os professores da criança, pediatras ou outros profissionais de saúde para obter uma imagem mais completa. Essa avaliação detalhada permite que eles formulem um plano de tratamento abrangente e personalizado que pode combinar terapia, aconselhamento e, em alguns casos, medicação.


Quando levar seu filho a um psiquiatra infantil?


Muitos pais têm dificuldade de identificar a hora certa de procurar a ajuda psiquiátrica para seus filhos. É comum se perguntarem se os comportamentos ou dificuldades de seus filhos são parte de um desenvolvimento normal ou se indicam algum problema de saúde mental.


Embora cada criança seja única e possa experimentar problemas em diferentes momentos, alguns sinais sugerem a necessidade de avaliação profissional. Aqui estão alguns dos sinais mais comuns:


  • Mudanças drásticas no comportamento ou na personalidade: Se seu filho começou a agir de forma estranhamente diferente, seja em casa ou na escola, pode ser necessário procurar um psiquiatra infantil.

  • Dificuldades acadêmicas: Queda repentina nas notas, falta de concentração ou dificuldade em acompanhar os colegas pode ser um sinal de problemas de saúde mental.

  • Alterações de humor extremas: Oscilações de humor frequentes ou intensas, ou emoções muito fortes, podem indicar a necessidade de ajuda profissional.

  • Problemas de sono: Problemas persistentes com sono, como insônia ou pesadelos frequentes, podem ser sintomas de problemas de saúde mental.

  • Preocupações excessivas ou medos intensos: Todos os jovens sentem preocupação e medo, mas se essas emoções começam a dominar a vida do seu filho, isso pode ser sinal de um problema mais profundo.


Como encontrar um psiquiatra infantil para meu filho?


Encontrar um psiquiatra infantil adequado para seu filho é uma dúvida comum entre os pais. Aqui estão algumas dicas sobre como você pode encontrar um profissional qualificado:


1. Procure referências médicas: A primeira pessoa a considerar para obter uma referência é o pediatra ou médico de família do seu filho. Eles conhecem bem a história médica do seu filho e podem sugerir psiquiatras infantis que sejam apropriados. Outros profissionais de saúde mental, como psicólogos ou terapeutas, também são capazes de fazer recomendações.

2. Consulte o seu plano de saúde: muitos planos de saúde têm uma lista de prestadores de serviços de saúde mental na rede, o que ajudar a limitar a sua pesquisa e garantir que o custo do tratamento seja parcialmente ou totalmente coberto.

3. Associações profissionais: Organizações como Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP) possuem diretórios de profissionais em seu site. Estes são ótimos recursos para encontrar psiquiatras infantis qualificados na sua área.

4. Buscas online: Uma simples busca no Google por "psiquiatras infantis perto de mim" pode gerar uma série de resultados. No entanto, é importante pesquisar e avaliar cuidadosamente as opções antes de tomar uma decisão.

5. Recomendações pessoais: Se você conhece outros pais que passaram por experiências semelhantes à sua, eles poderão te ajudar com essa recomendação.


Após encontrar um psiquiatra infantil em potencial, você deve considerar os seguintes fatores:


  • Especialização: Alguns psiquiatras infantis se especializam em áreas específicas, como TDAH, ansiedade, depressão, transtornos do espectro do autismo, entre outros. Se o seu filho já tem um diagnóstico, pode ser útil encontrar um psiquiatra especialista nessa área.

  • Abordagem de tratamento: Diferentes psiquiatras podem ter metodologias diferentes para o tratamento, incluindo a utilização de medicação, terapia cognitivo-comportamental, terapia familiar, etc. É importante encontrar um psiquiatra cuja abordagem corresponda às suas preferências e necessidades do seu filho.

  • Conexão pessoal: O psiquiatra deve ser alguém com quem o seu filho se sinta confortável. Isso é fundamental para estabelecer uma boa relação terapêutica.


Agora, queremos ouvir de você. Qual é a sua opinião sobre este tema? Se você tem experiência pessoal na busca por um psiquiatra infantil, adoraríamos saber mais sobre sua jornada. Deixe suas experiências, pensamentos e opiniões nos comentários abaixo.


Lembre-se de nos acompanhar nas redes sociais, trazemos muitos conteúdos por lá também.

273 visualizações0 comentário

Kommentare


bottom of page