top of page
  • Foto do escritorRochelle Affonso Marquetto

O que é Coping e como ele pode te ajudar a lidar com o estresse?

Atualizado: 12 de abr. de 2023

Coping, ou “estratégias de enfrentamento”, em português, é um conjunto de técnicas psicológicas utilizadas para lidar com situações estressantes ou adversas.

O estresse é uma resposta natural do corpo a situações desafiadoras, mas quando ele se torna crônico, pode trazer impactos negativos na nossa saúde física e mental. A boa notícia é que existem habilidades de coping que podem te ajudar a resolver de forma mais eficaz com os desafios da vida.

Se você nunca ouviu falar sobre essa técnica, fique tranquilo. Neste artigo, discutiremos melhor sobre o que é coping e como você pode usá-lo para lidar com o estresse.

O que é Coping?


O uso do termo "coping" na psicologia começou a ser difundido na década de 1960, quando pesquisadores começaram a estudar as condutas que as pessoas usam para resolver problemas como ansiedade e estresse. Essas pesquisas foram influenciadas pela teoria do estresse de Hans Selye, que propôs que o estresse é uma resposta do organismo a uma situação desafiadora, e que cada um pode responder ao problema de diferentes maneiras.

Desde então, o coping se tornou uma área de pesquisa importante na psicologia, com estudiosos investigando quais são as estratégias de coping mais eficazes para combater os diferentes tipos de estresse, como problemas de saúde, traumas, conflitos interpessoais, entre outros.

Afinal, como o Coping pode te auxiliar a lidar com o estresse?


Saiba que viver em constante estado de estresse pode gerar efeitos indesejados na sua saúde física e mental, como o aumento do risco de doenças cardiovasculares, depressão e ansiedade.

A seguir, listamos algumas práticas de coping que podem te ajudar no enfrentamento do estresse:

  • Respiração profunda: ao praticar a respiração profunda, você tende a reduzir a frequência cardíaca e diminui sua pressão arterial. Essa estratégia é considerada uma ferramenta de coping acessível, simples e eficaz que nos ajuda a ficar mais calmos e equilibrados.

  • Visualização: procure se imaginar em um lugar ou situação na qual você se sinta tranquilo e relaxado. Você pode fechar os olhos por alguns momentos durante o dia e imaginar que está na praia, em um jardim ou outro lugar que goste.

  • Reestruturação Cognitiva: tente identificar e mudar pensamentos negativos ou distorcidos que possam estar contribuindo para a ansiedade ou depressão.

  • Escrita terapêutica: escrever sobre seus sentimentos e pensamentos é uma ótima estratégia de coping para processar emoções e liberar a tensão.

  • Apoio social: essa é outra técnica eficaz de coping. Convenhamos que é sempre bom conversar com amigos e familiares e buscar a compreensão para enfrentar nossas situações difíceis. A conexão com outras pessoas é uma necessidade básica. Ao sentir-se apoiado e valorizado, você tem mais recursos emocionais e psicológicos para enfrentar as adversidades.

Coping orientado para a emoção e para o problema


O coping orientado para a emoção visa reduzir os maus sentimentos associados ao estresse. Emoções como raiva, tristeza, medo e frustração podem ser removidas pelo indivíduo por meio das técnicas de enfrentamento.

Quando a causa do estresse está fora do controle da pessoa, o coping orientado para a emoção pode ser a melhor solução. Nesse aspecto, alguns procedimentos incluem atividades de ioga, meditação, exercícios físicos e relaxamento muscular.

Já o coping orientado para o problema, se concentra em resolver o problema subjacente, encontrando soluções práticas. No entanto, existem problemas mais complexos ou que estão fora do nosso controle. Nesses casos, o coping orientado para a emoção pode ser a escolha mais apropriada.

Estratégias focadas no problema visam reduzir a causa do estressor, alguns exemplos de coping orientado para o problema são:

  • Ação direta.

  • Mudanças de comportamento.

  • Gerenciamento do tempo.

  • Comunicação assertiva.

Como desenvolver habilidades de coping?


Para desenvolver habilidades de coping, é importante praticar. Um bom exemplo é iniciar a terapia cognitivo-comportamental, que te ajuda a identificar padrões de pensamento negativos a fim de desenvolver comportamentos mais positivos.

Outras opções incluem o autoconhecimento, a prática de exercícios físicos e a definição saudável de limites, os quais podem ajudar a reduzir o estresse e melhorar o humor.

Além disso, é necessário manter uma atitude positiva, mesmo em meio a situações difíceis. Ter uma atitude positiva significa ver o mundo de forma mais otimista, o que acaba tornando mais fácil manter a motivação para superar desafios.

O papel da autoconsciência no desenvolvimento de habilidades de coping


Ao estar ciente de seus próprios pensamentos, emoções e comportamentos em relação ao estresse, você se torna capaz de identificar suas próprias reações ao estresse, podendo escolher práticas de coping que melhor atendam às suas necessidades.

Por meio da autoconsciência você desenvolve a capacidade de reconhecer suas próprias emoções e identificar as possíveis causas. Por exemplo, se uma pessoa é consciente que o estresse a faz comer compulsivamente, ela pode trabalhar métodos para resolver a situação e controlar a compulsão à comida.

Além disso, a autoconsciência também nos ajuda a reconhecer quando estamos sobrecarregados e precisamos de uma pausa ou de ajuda.

A importância de recorrer à ajuda profissional


Embora existam muitas habilidades de coping que possam ser desenvolvidas por conta própria, buscar ajuda profissional é fundamental para cuidar do estresse crônico e outras questões relacionadas à saúde mental.

Um profissional treinado pode ajudá-lo a identificar padrões de pensamento e comportamento danosos e a desenvolver métodos mais eficazes para solucionar o problema.

Conclusão


Em resumo, o estresse é uma parte inevitável da vida, mas o coping pode ajudá-lo a resolver esses desafios. Tenha em mente que o mais importante é experimentar diferentes abordagens e descobrir o que funciona melhor para você.

Lembre-se também da importância de buscar ajuda profissional se estiver lutando com o estresse crônico ou outras questões relacionadas à saúde mental.

Com as habilidades de coping adequadas e o apoio necessário, você pode lidar com o estresse e desfrutar de uma vida mais saudável e equilibrada.

Se você está enfrentando dificuldades para lidar com o estresse ou outras questões emocionais, convidamos você a agendar uma consulta para uma avaliação completa e individualizada de suas necessidades.




17 visualizações0 comentário

Comentários


bottom of page