• Redator | Pontual

O que causa ansiedade

Entenda o que é ansiedade e suas possíveis causas


Sensação de mãos suadas, falta de ar, coração acelerado e sintomas gastrointestinais, são alguns sintomas comuns da ansiedade, que por vezes passam despercebidos por nós. Quanto mais soubermos a causa, mais fácil fica de se lidar com o problema, encontrando seu tratamento apropriado.


Segundo o Ministério da Saúde, hoje, a ansiedade é também associada a covid-19. De acordo com o portal Uol, em uma pesquisa da Universidade de Oxford, um em cada 16 pacientes infectados por covid-19 desenvolve algum transtorno mental dentro de três meses. Neste estudo, foram analisadas cerca de 62 mil pessoas que tiveram diagnóstico positivo para o coronavírus.


Dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), indicam que o Brasil é o país mais ansioso do mundo. Cerca de 18 a 20 milhões de brasileiros são portadores de algum transtorno de ansiedade.


Quanto mais cedo se procurar ajuda especializada melhor, possibilitando/permitindo reconhecer os sintomas em si e em pessoas próximas. Por isso no post de hoje, vamos refletir sobre o que causa a ansiedade, vamos lá?


O que é crise de ansiedade?


É comum sentir-se ansioso antes de uma entrevista de emprego, ou apresentação de um trabalho na faculdade, o problema é quando esta ansiedade se torna frequente ao ponto de trazer dificuldade e sofrimento em meio a tarefas diárias, ou seja, quando ela deixa de ser uma característica para ser um transtorno.



Os transtornos de ansiedade, podem começar na infância e até mesmo na idade adulta. Estima-se que aproximadamente 10% de todas as crianças e adolescentes poderão ser acometidas, em algum momento, para ao menos um transtorno ansioso.


O transtorno de ansiedade generalizada (TAG) está entre os dez motivos mais comuns das consultas médicas, comprometendo a saúde física e emocional. Em mais de 20% dos casos, o TAG está associado com outros quadros psiquiátricos, sendo a depressão o mais frequente. Medos, preocupações passam a ser constantes, excessivos e desproporcionados, ultrapassando os perigos verdadeiros.


Determinadas sensações que dominam a mente ativam gatilhos maiores e podem gerar crise de ansiedade, e até mesmo ataque de pânico. O que prevalece são as sensações de insegurança, medo e descontrole, acompanhados de sintomas físicos como os previamente descritos.


Quais as causas de ansiedade


De acordo com um estudo da Organização Mundial da Saúde (OMS), o Brasil está entre um dos países com maior número de pessoas com ansiedade no mundo.

Os Manuais MSD (conhecidos como Manuais Merck nos EUA e Canadá), informam que as causas do transtorno de ansiedade não são completamente conhecidas, mas pode haver o envolvimento dos seguintes fatores:

- Características inatas de cada indivíduo (temperamento, personalidade);


- Fatores genéticos (existe até 30% de probabilidade de transmitir um transtorno de ansiedade);


- Sexo feminino (as mulheres têm duas vezes maior risco de desenvolver TAG, o que explica uma associação com os hormônios sexuais e sua maior exposição a eventos estressantes);


- Fatores ambientais (vivenciar um evento traumático, situação de violência ou estresse, histórico de pais ou cuidadores sobreprotetores extremos que passam a ideia/crença de que o mundo é perigoso);


- Doenças físicas (doenças cardíacas, insuficiência e arritmia cardíaca, doenças hormonais como hiper ou hipotireoidismo, dor crônica, doenças pulmonares como asma por exemplo).


- Uso de substâncias psicoativas, álcool ou outros estimulantes, incluído o uso excessivo de cafeína.


Toda ansiedade é anormal?


Sendo mais direto, não.


A ansiedade é uma emoção fundamental de nosso sistema de sobrevivência, que serve para nos alertar em situações adversas e desconhecidas.


É um mecanismo biológico de nosso cérebro frente a possíveis ameaças, motivando-nos para reagir de forma preventiva e saudável.


Entretanto, existem pessoas incapazes de controlar a ansiedade, se tornando desproporcional em intensidade, interferindo no desempenho e qualidade de sua vida.

De acordo com a médica psiquiatra aqui da Pontual, Sayra Catalina Coral, nesse caso, ao invés de prever e reagir a situações habituais, a pessoa se sente incapacitada, o que lhe causa dificuldades e grande sofrimento.


Neste momento aparecem sintomas físicos e psicológicos como: sensação de angústia permanente, inquietação, palpitações, problemas digestivos, dificuldade para dormir, dores inespecíficas, tremores, cansaço, entre outros.


Se você está se sentindo ansioso (a) por um período maior de tempo nos procure!

Basta entrar em contato com o número abaixo!


Quer conversar um pouco mais?


Nos contate para falar com um de nossos profissionais! Estaremos aqui para uma avaliação correta e respeitosa!


Aqui você encontra conteúdos sobre o universo da saúde mental, argumentando com dados científicos e concisos.


Nosso objetivo é acima de tudo trazer informação e a importância de cuidar da sua saúde mental com muito carinho.





49 visualizações0 comentário
CTA-whatsapp-bt-500x.png