top of page
  • Foto do escritorRochelle Affonso Marquetto

Adicção: o que é, tipos e tratamentos


o que é adicção

A adicção é um assunto sério, marcado pela busca obsessiva por substâncias ou atividades que prometem alívio ou prazer imediato, mas que, a longo prazo, comprometem seriamente a qualidade de vida, saúde e bem-estar do indivíduo.


É comum que o transtorno traga consequências, como brigas familiares ou no trabalho, perda de interesse, descaso com compromissos, dentre outros.


No Brasil, a situação é alarmante. 


Dados do Ministério da Saúde mostram que, só em 2021, foram registrados mais de 400 mil atendimentos no SUS relacionados a transtornos mentais e comportamentos associados ao consumo de drogas e álcool.


Para entender mais sobre o assunto, recomendamos a leitura completa do artigo.


O Que É Adicção?


A adicção é um transtorno psicológico associado à dependência de substâncias ou comportamentos que geram recompensa imediata. 


Por mais que a pessoa entenda os danos, ela não consegue ficar livre, pois a adicção altera a química cerebral e cria um ciclo de desejo intenso e uso contínuo.


As adicções mais comuns se manifestam pela dependência do álcool, tabaco, drogas ilícitas, jogos de azar, games, compras compulsivas e uso excessivo da internet.


O problema é tão grave que pode prejudicar a vida familiar, profissional e até a saúde física do adicto.


Tipos de Adicção


Os principais tipos de adicção foram listados a seguir, confira:


  • Adicção a drogas:


A adicção a drogas, como maconha, cocaína, heroína, crack e ecstasy, inicia com a busca pela sensação de prazer e euforia.

Esses efeitos são resultado da ativação do sistema de recompensa do cérebro, que aumenta a sensação de bem-estar.

No entanto, a continuidade no uso dessas substâncias leva à perda de controle sobre o consumo e gera dependência.


  • Adicção ao Álcool


O álcool, apesar de legalizado, pode criar forte dependência em algumas pessoas. 

Além disso, é causa de violência, brigas familiares, problemas de saúde e no trabalho. 

A OMS classifica o alcoolismo como uma doença crônica, caracterizada pelo consumo excessivo e incontrolável de álcool.  Ainda destaca o consumo de álcool foi responsável por cerca de 85 mil mortes anuais.


  • Adicção ao Tabaco


A dependência em tabaco é uma das principais causas de câncer, doenças respiratórias e cardíacas no mundo.

A pessoa fica viciada por conta da nicotina, uma substância que ativa os centros de prazer do cérebro.

O tabaco mata mais de 8 milhões de pessoas anualmente e segundo pesquisa, “quase 40% dos brasileiros fumantes consomem 11 ou mais cigarros ao dia.”


  • Adicção Alimentar


É um padrão de disfunção alimentar marcado pela relação compulsiva e descontrolada com a comida.

A adicção alimentar leva a obesidade, diabetes e outros problemas de saúde. 

A compulsão alimentar é um transtorno que afeta quase 5% da população brasileira, e é um dos distúrbios psiquiátricos mais frequentes no mundo.


  • Adicção a Compras


A pressão social, a busca por status, a falta de controle financeiro e a gratificação instantânea proporcionada pelas compras são algumas causas para o surgimento desse problema

Comprar compulsivamente até pode trazer um prazer temporário, mas leva a dívidas e problemas financeiros. 

É importante buscar ajuda para aprender a gerenciar os impulsos ligados ao ato de comprar.


  • Adicção a Jogos


O vício em jogar, seja em videogames ou apostas, pode consumir tempo e dinheiro, além de atrapalhar a vida pessoal e profissional da pessoa. 

Segundo dados do site Quit Gamble, aproximadamente 3 milhões de brasileiros, têm problemas com jogos de azar.

A OMS classifica o problema como patologia desde 1980 e enfatiza a necessidade de tratamento e apoio para os afetados.


  • Adicção a Sexo


A obsessão por atividade sexual prejudica a vida cotidiana e também é uma forma de dependência. 

Ela traz riscos à saúde e se sobrepõe a outros interesses e responsabilidades, como trabalho, estudos e relações familiares.

Pode causar isolamento social, depressão e ansiedade, além de expor a pessoa a doenças sexualmente transmissíveis (DSTs) se não houver proteção adequada.


  • Adicção a Medicamentos 


É importante ficar atento ao uso prolongado de certos medicamentos não prescritos, pois o consumo incorreto pode causar dependência.

A falta de supervisão médica, a automedicação e a falta de orientação contribuem para o desenvolvimento desse tipo de adicção 


  • Adicção à Pornografia


A adicção à pornografia leva à busca excessiva pelo consumo de conteúdo pornográfico.

Essa dependência distorce a visão sobre sexo e amor e pode causar sérios danos psicológicos, físicos e sociais na vida do dependente.

De acordo com uma pesquisa divulgada pelo G1, descobriu-se que 22 milhões de brasileiros admitem assistir a vídeos e filmes pornográficos, com os homens representando 76% desse total.



terapia online

Sintomas e Sinais da Adicção


Os sintomas variam de acordo com o tipo de adicção, mas geralmente incluem:


  • Incapacidade de controlar o uso da substância ou comportamento.

  • Abandono de atividades que antes eram prazerosas.

  • Uso contínuo apesar de problemas físicos, emocionais e sociais evidentes.

  • Sintomas de abstinência na tentativa de reduzir ou cessar o uso.


Causas da Adicção


As causas da adicção são variadas, mas é comum surgir por fatores genéticos, ambientais ou psicológicos. 


Histórico familiar de adicção, traumas, estresse, ansiedade e depressão são alguns dos principais motivos.


Tratamentos para a Adicção


Os tratamentos para adicção dependem da necessidade de cada paciente.


A seguir, listamos os mais comuns: 


  • Desintoxicação: processo de remoção seguro e controlado da substância do corpo, geralmente é realizado em ambiente médico supervisionado para minimizar os sintomas de abstinência.


  • Psicoterapias: terapias individuais, em grupo ou familiares.


  • Internacional Obrigatória: determinada pelas autoridades competentes devido a riscos graves associados à dependência.


  • Terapia Cognitivo-Comportamental: visa identificar e modificar padrões de pensamento e comportamento disfuncionais relacionados à dependência.


  • Terapia Racional-Emotiva-Comportamental: foca na identificação e modificação de tendências irracionais que causam a dependência.


  • Grupos de Apoio: participação em grupos como Alcoólicos Anônimos, Narcóticos Anônimos, entre outros, para compartilhar experiências, obter suporte e seguir um programa de recuperação.


  • Tratamento Medicamentoso Específico: Uso de medicamentos aprovados para tratar dependências específicas, como metadona para opioides ou naltrexona para álcool.


Alterações de humor, alimentação e sono devido à adicção


Quando alguém desenvolve a adicção, uma das primeiras coisas que você pode notar é como o humor dessa pessoa muda. 


De repente, ela pode se sentir ansiosa, irritada ou muito fechada em si mesma. 


Paralelamente, a relação com a alimentação sofre um impacto direto – alguns podem perder completamente o apetite, enquanto outros podem exagerar. Isso acontece porque as drogas desequilibram o metabolismo do corpo.


O sono também é afetado, o que leva a um cansaço constante e a sensação de estar sempre esgotado.


Conclusão


A adicção é, sem dúvida, um transtorno que exige compreensão, compaixão e tratamento correto.


A Pontual Psiquiatria quer te apoiar no caminho da recuperação.

Para agendar sua consulta, basta clicar aqui.




53 visualizações0 comentário

コメント


bottom of page